Arquivo de Clubes >> Estados >> Distrito Federal >> Luziânia

 

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA LUZIÂNIA

luziania.gif (6742 bytes)

Fundação 20 de Janeiro de 1995
Endereço Rua Dr João Teixeira Qd. 1 Lote 7  - Centro
CEP 72800-000 Luziânia/GO Tel. (61) 621 14 45

Estádio Zequinha Roriz (Serra do Lago) - 22 000 -
Uniforme Camisa azul com listras verticais brancas, calção branco e meias azuis e brancas
Luziânia

2005 O técnico é Éverton Goiano. Um dos nomes conhecidos é o experiente Moisés, reserva do Vasco no título brasileiro de 1997. O clube contratou jogadores do futebol candango como o zagueiro Flávio Negrão, o volante Coquinho e o meia Xexeu.

2004
Quarto colocado em 2003, o Luziânia quer chegar mais alto no Campeonato Brasiliense de 2004. Uma das táticas para deixar os adversários em desvantagem foi iniciar os trabalhos mais cedo. No dia 15 de dezembro, comissão técnica e jogadores já estavam no Estádio Serra do Lago, na cidade goiana, iniciando a pré-temporada, em dois períodos.
No plantel do time goiano estão 24 jogadores, entre eles, o goleiro Gasparoti (ex-Ceilândia), o lateral Wellington Cássio (ex-Brasiliense e CFZ) e o volante Iron (ex-Ceilândia). "Temos uma base formada do ano passado e acrescentamos alguns jogadores mais experientes e acho que no segundo turno estaremos bem entrosados", afirmou Da Silva.Uma das apostas é na experiência do meia-atacante Niltinho, de 32 anos, campeão brasiliense pelo Taguatinga em 1993 e, em 1994, com o Gama. 

2003 - Depois da péssima campanha de 2002, quando escapou por pouco do rebaixamento, o Luziânia sonha com a classificação. Tem time capaz de brigar com o Ceilândia pela quarta vaga, atrás de Brasiliense, Gama e CFZ. Manteve os principais pratas-da-casa, como o volante Coquinho e o meia Xexéu, e se reforçou com nomes mais rodados: o zagueiro Flávio Negão, ex-Bandeirante, o atacante Andrezinho, ex-Brazlândia, e o goleiro Osmair, ex-Dom Pedro II

2002- Entrou na competição de última hora por convite. Deve lutar contra o rebaixamento. Destaque para o volante Evilásio, vice-campeão estadual com o Bandeirante em 2000. Time-base: Beto; Marcelo Roriz, Élson, Flávio e Leandro; Alessandro, Marcelão, Amaral e Evilásio; Fernando e Genício. Tec. Bugue

H No dia 20 de janeiro de 1995, foi fundado a Associação Atlética Luziânia - AAL, com a finalidade de participar agora do Campeonato Brasiliense de Futebol Profissional. 

Os desportistas se uniram e resolveram continuarem o legado e saudoso Rochão, instalando na nossa cidade o Clube da Associação Atlética Luziânia. Com as cores azul e branca que completou o pavilhão atual do Clube. O Luziânia manda seu jogadores no Estádio Zequinha Roriz, que possui capacidade para 22 mil torcedores (devido a péssima administrações o estádio se encontra em condições precárias). O símbolo do clube é a igreja do Rosário.

O Principal feito foi no Campeonato Brasiliense, quando o AAL foi o quarto colocado. Merece registro, o BI-Campeonato de Júnior conquistado em 1996 e 1997, sob o comando do Técnico Elizeu Bernardes com o seguinte elenco de jogadores: Em 1996, Iram Cláudio, Marcão, Alex, Marcelão, Adriano, Fábio, Chalés, Gustavo, Edson e Flavinho.

No ano de 1997 o time do Bi-campeonato venceu no Estádio Serra do Lago o Botafogo/Sobradinho por 1X0 gol olímpico marcado pelo meia Miran. O Time campeão: Zeca, Valdo, Victor, Jean, Antônio Carlos, Mirian, Flavinho, Serginho, Marcelão, Giovanny, e Edson participaram da campanha: Aerton, Adilson, Som, Wilson, Khaleb, Reginaldo, Fred, Arnaldo Passos e Wesley Técnico: Eliseu Bernardes.

No ano de 1999 com grande dificuldade financeira mais uma vez por péssima administração e problemas políticos a AAL, caiu para a 2ª divisão do Futebol Brasiliense. 

No ano de 2001, surge uma nova esperança com os empresários Arnaldo Barbosa e Euler Marra e o Desportista Albino Inácio, de darem ao Luziânia credibilidade junto a comunidade e empresários da cidade para que o Luziânia se torne um Clube viável e vencedor voltado a mostrar o seu futebol na 1ª divisão em 2002 e com grande possibilidade do Luziânia adquirir seu centro de Treinamento, Clube Social e Centro Administrativo, por tudo isso vista a camisa do Luziânia.Para que a história não se repita e os problemas políticos e administrativos não destrua novamente o Futebol Profissional da nossa cidade. (Euller Marra, Luziania.com.br)

 

Nacionais

Nenhuma

 

estaduais

A partir de 1996: 1996 a 2000, 2002 e 2003 a 2005
Segunda Divisão: 2000 e 2001
(A FMF permite que uma equipe rebaixada dispute o campeonato da segunda divisão no mesmo ano)

 

noticias


Correio Braziliense

Serra do Lago - Luziânia

b_info.jpg (7363 bytes)