Arquivo de Clubes >> Estados >> Minas Gerais >> América Mineiro

 

AMÉRICA FUTEBOL CLUBE

americamg.gif (8107 bytes) Fundação 30 de Abril de 1912
Endereço Rua Mantena, 80   Bairro Ouro Preto
CEP 31310-430    Belo Horizonte/MG (31) 3498-3100   Fax: (31) 498-2424
Estádio Independência - arrendado junto ao Sete de Setembro FC, 30000
Uniforme Camisa com listras verticais verdes e pretas, calção branco ou preto e meias brancas

Títulos  Decacampeonato Mineiro 1916/17/18/19/20/21/22/23/24/25, Campeonato Mineiro Também em 1948, 1957, 1971, 1993 e 2001,Copa Sul-Minas 2000, Campeonato Brasileiro - Série B 1997 e Taça São Paulo de Juniores 1996
Internet Site Oficial e América Mineiro no Yahoo Brasil
E-mail afc@coelhao.com.br
América
2005 O América caiu para a Terceira Divisão nacional e tenta agora em 2005 a reabilitação. Entre os reforços: Maykon, ex-Paulista de Jundiaí. O técnico é Pintado. Ricardo Berna, Marcelinho, Carlão, Paulão e Bruno; Juari, Émerson, Ramon e Maykon; Tiago Martins e Éverton

2004 -
O técnico é Gaúcho. São seis novos jogadores: os zagueiros Reginaldo e Leandro, o volante Deílson e os meias Lenílson, Emanuel e Maurício, além do atacante Tiago, que estava no futebol espanhol.
Além dos novos contratados, o atacante Daniel e o meia Jajá, do juvenil, também se juntaram aos profissionais do Coelho.

2003 -
A política de trabalho do América para o ano de 2003, será baseada nas categorias de base do clube. A intenção do clube é utilizar os jogadores oriundos das categorias amadoras que já integram o time profissional, além dos atletas que venceram o Campeonato Mineiro de juniores. Dos jogadores que receberam propostas para permanecer no América, o zagueiro Jean Elias e o volante Luis Carlos Goiano renovaram seu contratos com o Coelho

2002 - Entre as novidades está o meio esquerda Tininho, de 1,83m de altura e 78 quilos, ex-Feyennord da Holanda. O clube já contratou os laterais Gustavo, ex-Cruzeiro, e o experiente Ronaldo Luís, de 35 anos, ex-São Paulo e o volante Valdir, ex-jogador do Atlético-MG, Cruzeiro e Seleção Brasileira,. Os zagueiros Célio Lúcio, que fez carreira na Raposa, e Paulista, com passagens pela Caldense e Mogi Mirim ,também já estão no clube de Belo Horizonte. Outro novato é o atacante Renaldo, que se destacou no Atlético Mineiro na metade da década de 90 e que estava na Espanha.   Raniere, Gustavo, Célio Lúcio, Paulista e Bruno; Alexandre Silva, Vítor, Edson e Tininho; Rinaldo e Renaldo (Rodrigo) Técnico: Flávio Lopes

H - No dia 30 de abril de 1912, um grupo de meninos que se reunia para jogar futebol em campos de várzea de Belo Horizonte resolveu transformar o seu time de peladas em um clube. Na primeira reunião, os fundadores decidiram que o nome seria América FC e suas cores: o verde e o branco. As primeiras partidas foram realizadas em um campo da prefeitura. O time chegou a treinar em outros campos, um deles era o do Atlético. Mas o grande avanço do América ocorreu em 1913. O Minas Gerais Futebol Clube passava por dificuldades financeiras e propôs uma fusão com o América. De início, os integrantes do América resistiram, mas, depois, não deixaram de aproveitar a oportunidade de obter uma estrutura melhor para sua evolução. Um dos benefícios conquistados com a união era o direito de utilizar o campo do Minas Gerais.   Nos anos seguintes, o clube cresceu e começou a ganhar projeção em Belo Horizonte. O futebol de Minas ainda estava no amadorismo e o América possuía o time mais forte da época. De 1916 a 1925, o América viveu a sua melhor fase, quando conquistou o decacampeonato mineiro. A marca até hoje não foi superada por nenhum outro time de seu estado. Em 1926, o profissionalismo passou a ser adotado por alguns clubes de Minas, mas o América continuou com amadores. Em 1933, o profissionalismo foi oficializado. Em protesto, o América trocou o verde de sua camisa pelo vermelho, desistindo da substituição dez anos mais tarde. O primeiro título da era do profissionalismo só veio em 1948. Em 57, o América conquistou mais um título estadual. Depois de 13 anos de jejum, o clube só voltou a comemorar um título em 71, quando foi campeão mineiro invicto. Nos anos seguintes, o América viveu uma crise financeira grave, que acabou comprometendo o desempenho do clube nos campos de futebol. Foram 21 anos sem conquistar nenhum título, até que, em 93, o América pôde comemorar mais um campeonato mineiro. Adaptado a partir do texto disponível no Lancenet

 

Nacionais

::  Conheça as Participações no Campeonato Brasileiro

 

estaduais

A paritr de 92: Todos

 

noticias

Hoje em Dia
O Tempo
O Estado de Minas

Camisa do América MineiroIndependência - Belo Horizonte
timedoamerica.jpg (17109 bytes)
Fotos - Site Oficial

 

b_info.jpg (7363 bytes)