Arquivo de Clubes >> Estados >> Paraíba >> Auto Esporte de João Pessoa

 

AUTO ESPORTE CLUBE

autoesporte.jpg (16487 bytes) Fundação 07 de Setembro de 1936
Endereço Conjunto Mangabeira s/n
CEP 58000-000  João Pessoa/PB Tel. (83) 2353511
Estádio José Américo de Almeida Filho - 45000 -
Uniforme Camisa com listras vermelhas e brancas, calção vermelho e  meias vermelhas
Títulos Campeão Paraibano 1939, 1956, 1958, 1987, 1990 e 1992

www.autoesporteclube.com.br
Auto Esporte da Paraíba

2004 O técnico é Tassiano Gadelha. Com um time jovem, os destaques são Gurinhém e Dé.

Aniversário de 67 anos
Da Redação

Uma data especial para um clube tradicional da Paraíba. Neste dia 7 de setembro (domingo), o Auto Esporte comemora 67 anos de existência, com uma grande programação no Coslosso Alvi-rubro, em Mangabeira. À partir das 8h, será inaugurado o mini-campo Severino Paiva, com um torneio envolvendo 12 equipes.

Logo após, mais uma inauguração, desta vez, a sala de troféu "Atleta Gilvan" - ex-jogador - que teve uma brilhante passagem pelo Clube do Povo. Encerrando as festividades, acontecerá uma feijoada e um bingo - a cartela será de R$ 10,00 - onde os participantes concorrerão a televisão, bicicleta, rádio e ventilador, além do show musical para todos os presentes.

Fundado no dia 7 de setembro de 1936, o alvi-rubro da Capital já conquistou vários títulos no Estado - 1939 (invicto), 56, 58, 87, 90 e 92. A última proeza do clube foi o Bi-campeonato de Juniores, derrotando novamente o arqui-rival Botafogo por 3 a 1, de forma espetacular e competente, merecendo o título da categoria. Os próximos desafios são a Copa Verão e a Taça São Paulo de Juniores, previsto para o mês de janeiro de 2004, na Capital paulista. .

"Vamos aproveitar a base que temos e melhorar ainda mais o elenco. São competições que merecem a nossa atenção", disse o presidente Klécius Gomes.

Satisfeito pela união e determinação de todos os automobilistas, o dirigente acredita no fortalecimento do patrimônio do clube. Ele está fechando um contrato com uma empresa da Bahia, para construção de um parque aquático na sede do clube, com previsão para o final do ano. A meta é dotar o Colosso Alvi-rubro de toda a infra-estrutura, numa forma de trazer o torcedor e oferecer boas atrações. "Estamos trabalhando para alcançar o objetivo. Será um grande impulso para o Auto Esporte, que valorizará o local", frisou.

 

2003 - Começo dificil. O Auto Esporte havia fechado uma parceria com a empresa Três Fronteiras para o paraibano 2003. Mas já na segunda rodada o acordo foi desfeito com a revogação da procuração da empreendedora responsável Debora Aparecida, feita pelo presidente do clube Clécio Gomes. Além da ação judicial, Clécio prestou queixa na 9ª Delegacia de Polícia, em Mangabeira, contra a empresária, alegando que a mesma não quer liberar a sala da presidência do clube, no Colosso Alvirrubro. O presidente do Auto Esporte acredita que a goleada sofrida pelo clube, na primeira rodada do estadual, quando perdeu por 10 a 0 para o América de Caaporã, foi uma retaliação dos jogadores, que “estavam revoltados com Débora, que não vinha cumprindo diversas cláusulas básicas do contrato, a exemplo do pagamento da estadia e alimentação dos atletas” Quanto a permanência do clube no Certame Paraibano, Clécio Gomes afirmou que o Auto Esporte tem condições de assumir as despesas com o elenco e continuar na disputa. De acordo com Clécio, alguns jogadores já retornaram para seus estados de origem, mas a comissão técnica permanece, apesar de não ter recebido os vencimentos. “Ela ainda não gastou um centavo por aqui, até a regularização dos jogadores fomos nós quem arcamos” concluiu. (EO)  Eduardo, Pablo, Rodrigo (expulso), Adailton e Alan; Roger (Dé), Roberto (Elves) e João Santos; Djair, Beto e Carlos Henrique (Sueldes).

2002 - O treinador é Natal Boroni.  As novidades são o goleiro Bel, os laterais Pelado e Valter, que veio do 7 de Setembro (AL), os meias Quinho, Nino e Nickson, além dos atacantes, Júlio César, Cauca e o baixinho Batistinha, a grande sensação do Clube do Povo.

H - O Auto Esporte Clube comemora hoje 65 anos de fundação. Para festejar mais um aniversário, a diretoria alvirrubra promove durante todo o dia, no Centro de Treinamento, uma grande festa com a organização de uma comissão, que tem como integrante o encarregado do Departamento Jurídico, José Caetano. Segundo o presidente do Auto Esporte, Benedito Honório, o grande objetivo da confraternização, além de festejar mais um aniversário do clube e a consolidação de seu patrimônio, é a união dos verdadeiros automobilistas.
    “Nosso objetivo, com a festa, é unir todos os ex-presidentes, atletas, torcedores e os que gostam do clube e se afastaram, além da atual diretoria, comissão técnica, juntamente com a imprensa e Federação Paraibana de Futebol (FPF)”, afirmou Honório.  A festa em comemoração aos 65 anos de fundação do Auto Esporte terá início às 10h, no Colosso Alvirrubro, localizado no bairro de Mangabeira. A programação constará de uma promoção para a adesão de novos sócios, seguida pela confraternização com homenagens a vários desportistas e jornalistas, encerrando-se com uma feijoada animada por um grupo de pagode. A atual diretoria do clube é formada pelo presidente executivo, Benedito Honório, o diretor jurídico, José Caetano de Oliveira, o diretor financeiro, delegado Fernando Barbosa, o diretor social, Antônio Lopes de Aquino, e o de patrimônio Clidenor Honório.
Time teve grandes glórias
    Fundado no dia sete de setembro do ano de 1936, o Auto Esporte, durante 65 anos de história, guarda em sua galeria de troféus vários títulos e honras que poucas agremiações paraibanas possuem. O Alvirrubro das Mangabeiras sagrou-se campeão paraibano por seis vezes, último tiítulo conquistado em 1992, e vice campeão em cinco oportunidades. Entre suas maiores glórias foi campeão paraibano invicto no ano de 1939, terceiro lugar na Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro de 1992 e único time do Norte/Nordeste a fazer excursão à Europa em 2000.
    “Nós sempre tivemos boas apresentações no Certame Estadual. Em 2000 ficamos em terceiro e 2001 em quinto. Outro mérito nosso é o de sempre revelarmos bons jogadores e dignificarmos uma história de raça e honra”, ressaltou José Caetano.

Meta é ser clube-empresa
    Com o pensamento voltado para o futuro o plano automobilista é tornar-se o primeiro clube paraibano a se adequar a legislação federal vigente, estabelecida no começo do ano, através da Lei Pelé, e transformar-se em um clube-empresa. Segundo o encarregado do Departamento Jurídico, José Caetano, para tanto está sendo discutida e elaborada uma minuta para que o Presidente Executivo e a Diretoria tenham tudo resolvido em uma Assembléia Geral com os sócios, que será convocada em breve. Assim o alvirrubro deverá adotar um novo modelo de administração para as suas atividades desportivas, constituindo sociedade comercial para este fim ou contratando uma empresa que passará a administrar as atividades do clube, revendo seu estatuto e escolhendo, dentro da Lei Pelé, um modelo ideal, que no caso automobilista deverá ser o de acionistas.

Texto adaptado do publicado no dia 7 de setembro de 2001 no Jornal da Paraíba.

 

Nacionais

1984 - Campeonato Brasileiro - 31. Colocado
Participou da Taça Brasil 59, da Taça de Bronze 81 e da Segunda Divisão 1991 e da Terceira Divisão 87, 88 e 92. Tem duas participações na Copa do Brasil

 

estaduais

1938 a 1942, 1947 a 1950, 1952 a 1962, 1964, 1965, 1969 a 2004

 

noticias

Jornal da Paraíba
Correio da Paraíba
O Norte
Diário da Borborema

ifmf.jpg (8197 bytes)Almeidão
ae_vs_tr.jpg (19015 bytes)
Foto: Diário da Borborema

 

b_info.jpg (7363 bytes)