Arquivo de Clubes >> Estados >> Paraná >> Rio Branco Sport Clube de Paranaguá

 

RIO BRANCO SPORT CLUB

riobranco.jpg (17319 bytes)

Fundação 13 Outubro 1913
Endereço Avenida Coronel Elísio Pereira s/n Bairro Estradinha
CEP 83206-000  Paranaguá/PR Tel. (41) 4227278
Estádio Nelson Medrado Dias(Estradinha) - 6000 -
Uniforme Camisa vermelha, calção branco e meias vermelhas
Apelido Leão da Estradinha
Títulos Campeão do Interior Paranaense 1948 e 1955
Internet:
Site Leão da Estradinha   Rio Branco de Paranaguá   riobranquista
R Branco

2005 Rio Branco: Márcio Vieira; Baiano, Dezinho, Edimar e Vladimir; Tião, Roberto, Neto e Tiago; Ratinho e Edinaldo
Técnico: Val de Mello

2004
Cláudio; Diogo, Douglas, Luciano e Erminho; Júnior Gaúcho, Édson Paulista, Nino e Ratinho; Sabiá e Negreiros Técnico: Gassen

2003 - O time é jovem. Quem tem mais idade é o meia Lau, 32 anos, ex-Paranavaí. A experiência, porém, ainda não o garantiu no time titular. Fábio Peruch; Jean, Nivaldo, Luís Carlos e Sandro Neves; César Gaúcho, Erminho, Marcelo Newman e Rogério; Rodrigão e Negresco. Técnico: Fábio Peruch

2002 - O técnico do Rio Branco, Valdir Perez, deve apostar no talento de jogadores jovens para conquistar as vitórias no Campeonato Paranaense 2002.  Entre os jogadores que são considerados destaques pelo técnico estão o meia Ninho, 19 anos, e o lateral Rafael, 18, ambos nascidos na cidade do litoral do estado. Valdir crê que se os jogadores apresentarem nos jogos do Paranaense o mesmo desempenho dos treinos devem ser convocados, em breve, para a seleção sub-20. “Escreva aí porque depois algum espertinho vai querer assumir a autoria pela descoberta desses jogadores”, afirmou. Outro destaque apontado pelo treinador é o atacante Crispim, de 24 anos.

2001 - A base da equipe quarta colocada no ano passado continua. Entrosado, o Rio Branco pretende manter-se como a quarta potência estadual O time titular para a Série Ouro 2001 é Fabiano, Vanderson, Luciano, Henrique e Zé Carlos; Hallison, Marcelo Baiano, Erminho e Canigia; Paulo César e Gerson Cruz. Tec: Gassen Salim

H - O surgimento ocorreu em 13 de outubro de 1913, através dos fundadores Anibal José de Lima, Raul da Costa Pinto, Euclides de Oliveira, Manoel Victor da Costa, Antonio Gomes de Miranda, José de Oliveira, Antonio Ferrer da Rosa e Jarbas Nery Chichorro.

A inauguração do Estádio Nelson Medrado Dias deu-se no dia 12 de Junho de 1927. O Atlético Paranaense foi o adversário do Leão na festa. José Fonseca Lobo (Zezito Lobo) é considerado o primeiro presidente e grande benfeitor do clube.

Além dele, a cidade reverencia outros nomes importantes na vida do clube: Jefferson Picanço da Costa, Antônio Fernandes Marques, Mozart Pereira Alves, Dr. Arthur Miranda Ramos, Dr. Antônio José Santana Lobo Neto, Ney Pereira Neves, Mário Marcondes Lobo Filho, entre outros.

Na história do Leão da Estradinha estão gravadas conquistas importantes para a torcida, como os de campeão do Interior em 1948/1955. A mais recente façanha foi escrita no primeiro semestre deste ano, quando o time chegou às semifinais do campeonato paranaense. Enquanto o time foi desclassificado em campo, a torcida deu seu show nas arquibancadas e deu ao clube a terceira melhor média de público, atrás apenas de Coritiba e Atlético. O Rio Branco ingressou no profissionalismo em 1956, disputando a Divisão Especial do Futebol Paranaense.

Jogadores

Alguns jogadores já deixaram seus nomes como destaques nestes 87 anos. Os ídolos da torcida mais lembrados são Abrãozinho, Salvito, Bidu, Alcione, Calé, Dimas, Dicesar, Villanueva, Darci, Celso Marques, Cesar Frizzo, Zangado, Oda, Oromar, Fábio, Vivi, Nona, Jairton, Holofote, Nininho, Renato Bacalhau. É considerado o ídolo maior de todos os tempos no Rio Branco Odair Pereira da Costa, que chegou em 1956, encerrando sua carreira em 1963.
Atualmente, quatro empresários da cidade são responsáveis pelo sucesso do clube, principalmente no item patrimônio, bem como a sua extraordinária condição que ostenta hoje no futebol nacional, representando a região litorânea e o próprio Estado do Paraná. São eles o ex-presidente e atual prefeito, Mário Roque, José Carlos Possas (atual presidente do Conselho Deliberativo), José Manuel Chaves e, por último, o jovem presidente Marquinhos Roque que, apesar da pouca idade, demonstra muita maturidade no futebol. O Leão da Estradinha mantém vivas suas tradições sendo, ao lado do Coritiba F.C, as únicas equipes que não trocaram seu nome ou cores.

 

Nacionais

Disputou a Série C em 1996, 98, 99 e 2000

 

estaduais

A partir de 1992: Primeira Divisão: 1997 a 2005

 

noticias

Paranaguá Hoje

Estradinha - Paranaguá

b_info.jpg (7363 bytes)