Arquivo de Clubes >> Estados >> Rio Grande do Sul >> São Gabriel Futebol Clube

 

 

São Gabriel Futebol Clube

Fundação 01 Maio 1979 (como SER São Gabriel) Mudou de nome em 2000, após a fusão do SER São Gabriel com o Gabrielense
Endereço R Gabriel Coimbra Meyer 30
CEP 97300-000  São Gabriel/RS Tel. 232 2888
Estádio Sílvio de Faria Côrrea  - 8500 -
Uniforme Camisa verde, calção verde e meias azuis
Presidente Roque Oscar Hermes
Títulos Terceiro Lugar Terceira Divisão Estadual 2000
Vice-Campeão da Segunda Divisão Estadual 2001
Internet
www.sgfc.hpg.com.br www.saogabrielfc.rg3.net www.saogabrielfc.cjb.net     www.saogabrielfc.com.br 

São Gabriel de volta

2005 O São Gabriel espera fazer um bom Gauchão 2005. Um dos destaques é Gustavo Altieri; Neno, Alex, Luciano Sobrosa e Rafael Cadorin; Gilberto, Baiano, Gustavo (Thales) e Luis Américo; Anderson e Eraldo. Técnico: Gerson Andreotti


2004
 O São Gabriel quer repetir as campanhas dos últimos anos. Este é o objetivo do presidente do clube das Missões, Roque Hermes. O time chegou duas vezes às semifinais do Gauchão, quando caiu diante do Inter. Os principais reforços que chegaram ao estádio Sílvio de Faria Corrêa foram o goleador Alê Menezes, ex-São José, de Cachoeira do Sul, o volante Pansera, ex-Grêmio, o meia-atacante Humberto, que também teve uma passagem pelo estádio Olímpico. Foram contratados também o volante Ivanildo, o meia Sarandi, o atacante Rodrigo Almeida, os goleiros Altieri e Miguel, o zagueiro Luciano Vieira e o zagueiro Morelli.

2003 - O trio nordestino Marcelo Fumaça, Márcio Muniz e Aldo está pronto, ao lado dos outros reforços, mantendo a fórmula: os salários em dia, garantir a permanência da base de jogadores e investir em novas contratações. Cumprida a estratégia, o presidente Roque Hermes agora prepara-se para arcar com o custo disso tudo. Em 2002, quando o São Gabriel venceu o primeiro turno do Gauchão e por pouco não arrematou também o segundo, o clube tinha uma folha de R$ 30 mil. Este ano, o custo mensal passa de R$ 40 mil. Ainda assim, os investimentos para manter o estádio impecável não cessam.

2002 - Após 21 anos em divisões intermediárias, o futebol de São Gabriel volta à Primeira Divisão do estadual. O clube não é mais o SER São Gabriel, mas sim o São Gabriel FC. O nome mudou, mas a estrutura é a mesma. A direção do São Gabriel não poupou recursos para ver o time realizar uma boa campanha no Gauchão 2002. A folha de pagamento está em torno de R$ 40 mil. Investimentos também foram feitos no Estádio Silvio de Faria Corrêia, cuja capacidade pulou de cerca de cinco mil lugares para 8,5 mil espectadores.

O São Gabriel conseguiu manter a base do grupo que conquistou o vice-campeonato da Série B. Do time considerado titular no ano passado, deixaram a cidade o centroavante Alê Menezes, o atacante Júlio e o lateral direito Jaguarão. A lista de jogadores contratados conta com o atacante João Pedro, que jogou no América do Rio de Janeiro e estava no Vitória Setúbal, de Portugal. O centroavante Gustavo que passou pela categoria de juniores do Grêmio, pelo São Luiz de Ijuí, Bagé e estava atualmente num time da terceira divisão da Alemanha, Jeferson Alves, que veio do Esportivo, e três atletas do Grêmio – o goleiro André, o  quarto zagueiro Roberto e o volante Pansera, que chegou a ser titular do tricolor da Capital quando o time era treinado por Emerson Leão. Time base:Goico (André); Elizeu, Alex, Charles e Itaqui; Darzoni, Ivanildo, Rondinha e Donizete; João Pedro e Fábio Petrolina. Técnico: Gilmar da Luz Gasparoni (Suca)São Gabriel, agora é modelo para clubes

"Visão do prefeito Rossano Gonçalves de investir no futebol profissional, já em 1997, quando assumiu a prefeitura se consolida, não só pela excelente campanha realizada pelo clube no gauchão 2002, mas principalmente por servir de modelo para outras, administrações públicas". A afirmação é do chefe de gabinete do Executivo, Robson Gonçalves, acrescentando que a confirmação do fato ocorreu na manhã de terça-feira, 29, quando o prefeito Rossano Gonçalves recebeu em seu gabinete o presidente do Santa Maria Esporte Clube Aníbal Rolim. Segundo Gonçalves, o presidente acompanhado de Eduardo Rolim, Vicente Paulo Bisongo e do chefe de gabinete do prefeito de Santa Maria Ivo Luiz Cassol Jr. buscavam junto ao prefeito o modelo de apoio, através de cópia do convênio, que o executivo mantém com o São Gabriel Futebol Clube aprovado pelo legislativo e que vigora durante a participação do clube em campeonatos.
Segundo Aníbal Rolim esta iniciativa do prefeito demonstra quanto a participação do poder público na receita do clube foi determinante para o êxito da campanha realizada. Vemos que em outros municípios o futebol não desloca, embora o empenho das diretorias, sócios e comércio, é fundamental o suporte financeiro da prefeitura, ressalta o presidente do time santamariense. Para ele hoje se vive uma nova realidade neste sentido, com uma consciência mais abrangente da função que um clube de futebol exerce sobre a sua comunidade, seja no fator auto-estima ou na movimentação da economia e renda, ou incrementa o mercado, argumenta o presidente. Ao entregar a cópia do convênio aos visitantes, Rossano Gonçalves agradeceu o reconhecimento e desejou sucesso, solicitando que com ações desta natureza quem ganha é a comunidade.

O São Gabriel Futebol Clube foi fundado em março de 2000 na fusão da Sociedade Esportiva Recreativa São Gabriel e do Grêmio Esportivo Gabrielense. Nesse mesmo ano, a equipe disputou a 3ª divisão do futebol gaúcho subindo para a 2ª divisão. Em 2001, no seu primeiro ano na Série B a equipe ascendeu a 1ª divisão do futebol gaúcho.No seu primeiro ano na 1ª divisão, em 2002, a equipe foi vice-campeã do interior e chegou na sexta colocação no Gauchão. No 2º semestre disputou o seu primeiro Campeonato Nacional, a Série C do Brasileirão, sendo eliminada na 1ª fase da competição.  Em 2003, o São Gabriel chegou em 4º lugar no Gauchão, o que lhe deu direito de disputar a Copa do Brasil do ano seguinte. Em 2004, o São Gabriel conquistou o seu 1º título, o Torneio de Verão Cidade de São Gabriel. Logo após a equipe disputou a Copa do Brasil e o Campeonato Gaúcho. No Gauchão chegou no 10º lugar. Na Copa do Brasil, o São Gabriel deu show. Na 1ª fase eliminou o Figueirense (SC), no 1º jogo empatou por 2 a 2 , em São Gabriel, no jogo da volta, venceu por 1 a 0, com gol de Luciano Fonseca, em Florianópolis. Na 2ª fase enfrentou o grande Palmeiras de Marcos, Magrão, Pedrinho e Cia. Num jogo histórico no Estádio Sílvio de Faria Corrêa venceu por 2 a 1 com dois gols de Alê Menezes. Na volta no Parque Antarctica foi derrotado por 4 a 1, sendo eliminado. O Brasil inteiro conheceu a força do São Gabriel Futebol Clube, orgulho do pampa gaúcho.

saogabrielfc.jpg (42045 bytes)

 

Nacionais

Série C 2002
Copa do Brasil 2004

 

estaduais

2002 a 2005 *
Estão incluídas apenas as participações como São Gabriel Futebol Clube

 

noticias

Zero Hora
Correio do Povo

c_sgp.jpg (7661 bytes)Silvio Correa
timedosgabriel.jpg (108628 bytes)
Fotos: Site S. Gabriel FC

b_info.jpg (7363 bytes)